DESTAQUES
Mauro pede que profissionais da segurança pública sejam prioridade em vacinação contra Covid-19 - Saúde

O governador Mauro Mendes (DEM) articula, junto ao Ministério da Saúde, a  inclusão de todos os profissionais da segurança pública no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19. Segundo ele, é justo e legítimo que a categoria receba a devida atenção, já que atua diariamente na linha de frente da pandemia.

Caso o pleito não seja atendido, uma resolução da Comissão Intergestores Bipartite (CIB-MT) deverá incluir profissionais das Polícias Militar, Civil e Penal nos grupos a serem imunizados contra o novo coronavírus.

“Porque acho justo e legítimo que todos os profissionais da segurança pública recebam a vacina. São eles que também estão na linha de frente todos os dias cuidando da população e dando combate às aglomerações e a imunização é necessária para que continuem prestando serviço à sociedade mato-grossense”, afirmou o governador.

Até o momento, Mato Grosso já recebeu 334.360 doses de imunizantes contra a Covid-19. Parte das vacinas foi utilizada para imunizar os profissionais da saúde de unidades estaduais e o restante foi distribuído aos 141 municípios, conforme acordado pela CIB.

Protesto

Policiais estão indignados com o fato de estarem atrás de presos na lista de prioridade para vacinação contra a Covid-19 no Plano Nacional de Imunização (PNI). Segundo o presidente do do Sindicato dos Investigadores da Polícia Civil de Mato Grosso (Sinpol-MT), Gláucio de Abreu Castañon, tal fato é uma “inversão de valores”. Isso porque as pessoas detidas estão isoladas socialmente e os servidores tem de lidar com várias pessoas na linha de frente, todos os dias, se colocando em risco pela sociedade.

“Não importa nesta pandemia em que fase está, se tem vagas em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) ou não. Os policiais estão trabalhando normalmente, fazendo enfrentamento e tendo contato com bandidos e outras pessoas, sem estar vacinado. As policias estão sendo massacradas em todos os sentidos”, disparou o presidente, em entrevista ao Olhar Direto.
 
Ainda segundo Gláucio, causa bastante indignação o fato de os presos estarem à frente dos policiais na lista de prioridades. “Se as políticas públicas falam em distanciamento social, fique em casa, quem está preso está isolado socialmente, dentro de uma cela. Mas o policial que está cuidando dele, manejando, tendo o contato direto, ficar para ser vacinado depois deles é no mínimo uma inversão de valores e uma falta de respeito para com o cidadão de bem”.

A categoria, inclusive, ameaçou até uma greve por conta deste e de outros pleitos.

Deixe seu comentário

0 Comentários

MAIS DESTAQUES

Geral

Motorista tenta ultrapassagem e bate HB20 em Gol em rodovia de MT - Cidade
Cidade

Motorista tenta ultrapassagem e bate HB20 em Gol em rodovia de MT

Após perder casa por conta da chuva, homem usa jangada para ajudar no resgate de vizinhos na BA: '85 voltas desde 4h da manhã' - Cidade
Cidade

Após perder casa por conta da chuva, homem usa jangada para ajudar no resgate de vizinhos na BA: '85 voltas desde 4h da manhã'

Emanuel Pinheiro determina criação de plano de contingência para enfrentamento de surto gripal - Saúde
Saúde

Emanuel Pinheiro determina criação de plano de contingência para enfrentamento de surto gripal

Economista avalia que, apesar de melhora em comparação a anos anteriores, 2022 não será ano de crescimento - Economia
Economia

Economista avalia que, apesar de melhora em comparação a anos anteriores, 2022 não será ano de crescimento

Mauro deverá ter pelo menos sete baixas em seu staff principal; apenas Gilberto confirma candidatura - Política
Política

Mauro deverá ter pelo menos sete baixas em seu staff principal; apenas Gilberto confirma candidatura

Justiça determina ampliação de cobertura de tratamento oncológico - Saúde
Saúde

Justiça determina ampliação de cobertura de tratamento oncológico

TCE-MT indefere pedido de cautelar que impediria distribuição de 15 mil cestas básicas pela Prefeitura de Cuiabá - Política
Política

TCE-MT indefere pedido de cautelar que impediria distribuição de 15 mil cestas básicas pela Prefeitura de Cuiabá

Operação Fim de Ano da PM prende 1,8 mil pessoas em MT - Policial
Policial

Operação Fim de Ano da PM prende 1,8 mil pessoas em MT

Deputada diz que “Brasil precisa avançar” e vê solução em 2022 - Saúde
Saúde

Deputada diz que “Brasil precisa avançar” e vê solução em 2022

Mudança na previdência desagrada militares de MT - Política
Política

Mudança na previdência desagrada militares de MT

Beto diz que DEM tentou “arrancar de Mauro” se ele irá para reeleição, mas não houve resposta - Política
Política

Beto diz que DEM tentou “arrancar de Mauro” se ele irá para reeleição, mas não houve resposta

O retorno da inflação em 2021: veja como a alta de preços afetou a economia e o bolso dos brasileiros - Economia
Economia

O retorno da inflação em 2021: veja como a alta de preços afetou a economia e o bolso dos brasileiros

China impõe lockdown a 13 milhões para conter surto de Covid-19 - Saúde
Saúde

China impõe lockdown a 13 milhões para conter surto de Covid-19

Governo recupera 12,6% do que o TCU aponta como pagamentos irregulares do auxílio emergencial - Economia
Economia

Governo recupera 12,6% do que o TCU aponta como pagamentos irregulares do auxílio emergencial

Mato Grosso recebe 81.900 doses de vacina contra a Covid-19 nesta quinta-feira (23) - Saúde
Saúde

Mato Grosso recebe 81.900 doses de vacina contra a Covid-19 nesta quinta-feira (23)

Governo anuncia quitação de dívida do VLT: “Não devemos mais” - Economia
Economia

Governo anuncia quitação de dívida do VLT: “Não devemos mais”

Mion paga promessa por entrar na Globo e caminha 110km - Cultura
Cultura

Mion paga promessa por entrar na Globo e caminha 110km

Botelho critica alterações em projeto e diz que vota com Janaina - Saúde
Saúde

Botelho critica alterações em projeto e diz que vota com Janaina