DESTAQUES
Botelho critica alterações em projeto e diz que vota com Janaina - Saúde

Deputado diz que projeto não poderia sofrer tantas alterações durante a fase de votação

 

Primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, o deputado Eduardo Botelho (DEM) criticou a polêmica em torno do projeto que proíbe o passaporte da vacina em todo o Estado, de autoria da deputada Janaina Riva (MDB). Ele afirmou que o Parlamento não deveria ter adiado a votação da pauta para 2022.

 

Botelho se manifestou favorável ao texto original, que chegou a ser aprovado em primeira votação e proibia o comprovante de vacinação em comércios e congêneres, templos religiosos e órgãos públicos.

 

“Eu vou votar com a deputada Janaina proibindo o passaporte da vacina. Porque eu acho que o passaporte só é eficaz em alguns casos. Não no comércio. Você acha que o comerciante vai ficar pedindo o passaporte na porta para impedir a entrada? Não vai. É algo que não vai ter resultado nenhum”, criticou em entrevista à TV Vila Real.

“Padre e pastor não vão ficar lá na frente impedindo alguém de orar porque não tem passaporte. É algo que não vai acontecer. São coisas que não têm efetividade nenhuma”, completou.

 

Segundo Botelho, o problema ocorreu na tramitação da matéria, que feriu o Regimento Interno da Casa. Isso porque após a primeira votação, o projeto recebeu quatro substitutivos integrais, um deles inclusive estendendo a proibição a todos os locais públicos e privados do Estado.

 

O quarto e último substitutivo, de autoria do deputado Lúdio Cabral (PT), foi apresentado no momento da segunda votação, invertendo o objeto da matéria e delegando ao Conselho de Saúde e às autoridades do Executivo a deliberação sobre a adoção ou não do passaporte, o que irritou Janaina e os demais apoiados da pauta.

 

Diante da intensa discussão e dos ânimos exaltados, o presidente Max Russi (PSB) decidiu adir a votação, pedindo aos parlamentares para apresentarem um novo projeto a ser colocado em votação na primeira semana após o retorno dos trabalhos, em janeiro.

 

“No meu entendimento, esse adiamento não poderia ter ocorrido. O projeto tinha que ser votado. Porque o projeto, quando está em fase de votação, não pode ser alterado, a menos que tenha 15 assinaturas”, disse.

 

“Mas houve um substitutivo que não poderia ser incluído. O regimento diz que emendas, substitutivos e alterações podem ser propostas em qualquer fase de tramitação, não em fase de votação. Está errado”, criticou.

 

Segundo Botelho, o projeto deve entrar em pauta e ser votado já no dia 04 de janeiro. O democrata, porém, criticou aqueles que se recusam a acreditar na eficácia das vacinas.

 

“Tem que se vacinar. Tem negacionista aí que fala contra a vacina e não dá para entender. Vocês acham que está diminuindo o número de casos por quê? É porque a população está sendo vacinada”, defendeu.

Deixe seu comentário

0 Comentários

MAIS DESTAQUES

Geral

Motorista tenta ultrapassagem e bate HB20 em Gol em rodovia de MT - Cidade
Cidade

Motorista tenta ultrapassagem e bate HB20 em Gol em rodovia de MT

Após perder casa por conta da chuva, homem usa jangada para ajudar no resgate de vizinhos na BA: '85 voltas desde 4h da manhã' - Cidade
Cidade

Após perder casa por conta da chuva, homem usa jangada para ajudar no resgate de vizinhos na BA: '85 voltas desde 4h da manhã'

Emanuel Pinheiro determina criação de plano de contingência para enfrentamento de surto gripal - Saúde
Saúde

Emanuel Pinheiro determina criação de plano de contingência para enfrentamento de surto gripal

Economista avalia que, apesar de melhora em comparação a anos anteriores, 2022 não será ano de crescimento - Economia
Economia

Economista avalia que, apesar de melhora em comparação a anos anteriores, 2022 não será ano de crescimento

Mauro deverá ter pelo menos sete baixas em seu staff principal; apenas Gilberto confirma candidatura - Política
Política

Mauro deverá ter pelo menos sete baixas em seu staff principal; apenas Gilberto confirma candidatura

Justiça determina ampliação de cobertura de tratamento oncológico - Saúde
Saúde

Justiça determina ampliação de cobertura de tratamento oncológico

TCE-MT indefere pedido de cautelar que impediria distribuição de 15 mil cestas básicas pela Prefeitura de Cuiabá - Política
Política

TCE-MT indefere pedido de cautelar que impediria distribuição de 15 mil cestas básicas pela Prefeitura de Cuiabá

Operação Fim de Ano da PM prende 1,8 mil pessoas em MT - Policial
Policial

Operação Fim de Ano da PM prende 1,8 mil pessoas em MT

Deputada diz que “Brasil precisa avançar” e vê solução em 2022 - Saúde
Saúde

Deputada diz que “Brasil precisa avançar” e vê solução em 2022

Mudança na previdência desagrada militares de MT - Política
Política

Mudança na previdência desagrada militares de MT

Beto diz que DEM tentou “arrancar de Mauro” se ele irá para reeleição, mas não houve resposta - Política
Política

Beto diz que DEM tentou “arrancar de Mauro” se ele irá para reeleição, mas não houve resposta

O retorno da inflação em 2021: veja como a alta de preços afetou a economia e o bolso dos brasileiros - Economia
Economia

O retorno da inflação em 2021: veja como a alta de preços afetou a economia e o bolso dos brasileiros

China impõe lockdown a 13 milhões para conter surto de Covid-19 - Saúde
Saúde

China impõe lockdown a 13 milhões para conter surto de Covid-19

Governo recupera 12,6% do que o TCU aponta como pagamentos irregulares do auxílio emergencial - Economia
Economia

Governo recupera 12,6% do que o TCU aponta como pagamentos irregulares do auxílio emergencial

Mato Grosso recebe 81.900 doses de vacina contra a Covid-19 nesta quinta-feira (23) - Saúde
Saúde

Mato Grosso recebe 81.900 doses de vacina contra a Covid-19 nesta quinta-feira (23)

Governo anuncia quitação de dívida do VLT: “Não devemos mais” - Economia
Economia

Governo anuncia quitação de dívida do VLT: “Não devemos mais”

Mion paga promessa por entrar na Globo e caminha 110km - Cultura
Cultura

Mion paga promessa por entrar na Globo e caminha 110km

Botelho critica alterações em projeto e diz que vota com Janaina - Saúde
Saúde

Botelho critica alterações em projeto e diz que vota com Janaina